conflitos existenciais

De onde vim, pra onde vou?
Essa pode ser uma das maiores duvidas do ser humano. Ate bem pouco tempo eu aceitei respostas prontas, sem me dar o direito de questionar e se questionava, me condenava, me achava o pior. Hoje isso é diferente, me questiono, não é pouco não viu, e não aceito qualquer justificativa.
A verdade é que se deus existe, não é ninguém que vai colocar isso dentro da minha cabeça, ele é poderoso o suficiente pra me convencer, sem a ajuda de nenhum “humano”, assim diz a bíblia, não é? Falar que nunca senti a famosa “presença de deus” seria mentira, mas quem me garante que eram sentimentos verdadeiros, não posso afirmar que se tratava se coisas sobrenaturais. O que me faz crer na existência de deus hoje é o que está ao meu redor, são as nuvens, o acordar pela manhã e o céu laranja no por do sol, são essas coisas que não são palpáveis, mas que estão ali, que eu posso ver entender. Vai ser preciso inventar uma coisa mais convincente pra tirar a certeza de que ele existe e se o fato de ter sido criado a partir do barro é uma coisa estranha, eu acho a possibilidade ter parentesco com macacos muito mais bizarro.
O que mudou é que não faço o que me mandam, como um burro e suas viseira, se eu tenho vontade de fumar e beber, não deixo de fazer por que dizem que é pecado, que o inferno será meu fim, hehe, como disse, se for o que deus quer, ele vai me dar um toque.

Ouvi essa musica e me deu vontade de escrever isso aqui.

Obrigado!

Nenhum comentário: