catálogo "muito prazer, EU!"


"Um dia, ao abrir aquela caixa de sapato antiga e, sem querer, encontrar aquelas fotografias esquecidas pelo tempo: As férias na praia, o banho de mar, os cabelos longos da mãe, o bolo colorido, o casco de coca-cola, o joelho ralado, o menino que foi e o abraço que ficou. Pedaços de vida grafados em um retângulo de papel.
E foi assim, ao vasculhar uma antiga caixa, que Raphael Ribeiro descobriu que poderia contar sua própria história em longos pedaços de tecido, transformar lembranças em estampas, alinhavar todos os sentimentos em um lindo vestido. Pregar os botões na jardineira, contando os passos que foram dados e traçando novos caminhos a serem trilhados, deixando sempre uma pegada, um registro, um sorriso ou uma lagrima para ser lembrada.
Desta forma ele trabalha com o menor fragmento da imagem, o Pixel. São desses quadradinhos coloridos que surge a coleção “muito prazer, EU”. Cada look retrata uma parte de sua vida. Imagens “pixalizadas”, esboçando de forma sucinta momentos que marcaram. Cada passo, cada tic-tac do relógio: lembranças do passado e surpresas do presente. Uma releitura de emoções, deixando claro que a história continua e que nunca saberemos, ao certo, qual será a próxima peça do nosso próprio desfile/destino."

beleza val prado
direção geral tiago henrique
modelos thiago farnesi e lorena rocha | ford models
realização studio we.


alguns comentários da imprensa sobre esta coleção

“Tratando-se de moda masculina, a coleção do Raphael Ribeiro chega cheia de ousadia com a proposta de uma alfaiataria mais pesada e street. A modelagem ora larga e despreocupada, ora justa e certinha, faz um ótimo mix na passarela. A gente bem sabe que os moços ainda não estão preparados para tanta modernidade, mas é um ótimo começo, já que a coleção também tem uma linha mais clean, como as malhas e peças em moletom.” Kika Brandão para site MTP

"Entre memórias fotográficas o estilista buscou inspiração para sua coleção intitulada “muito prazer, Eu”. A partir de imagens antigas ele decidiu trabalhar com o menor fragmento pictórico e elegeu o pixel como fio condutor de seu desfile. Na passarela uma alfaiataria renovada exibiu shorts paetizados, calças vinílicas, transparências iridescentes, estampas digitais pixelizadas e matelassê. Destaque para o poncho, para o macacão de moletom estampados e para o vestido coquetel. Uma profusão de cores alinhavada com criatividade e talento." Matéria para L'officiel

essa coleção também foi desfilada no Minas Trend Preview_2009/2

Nenhum comentário: